Trip Floyd

Já se passaram tantas coisas e muitas pessoas importantes na minha vida.
Momentos feitos de momentos. Instantes não constantes, apenas visitantes...
E mesmo assim não me dou conta que a vida é feita assim. Hoje já passou...
Certos momentos queremos tudo de novo, depois queremos tudo novo.
E mesmo quando temos o que futurávamos no passado, o presente já é ausente.

Meu pensamento voa a anos-luz, e não existe tempo e nem lugar.
Apenas espaço, dimensões e direções. Na qual vagueio por linhas entrelaçadas.
Ligadas a uma grande teia que está além da minha visão, mas ao meu alcance.
Depois caio no profundo e vazio.

2 comentários:

  Tiago

19 de novembro de 2009 19:58

Deixando pra fazer uma leva de comentários de uma vez....

Muito melhor agora reformulado, o blog.
AMEI as piadas , vou contá-las à meus amigos evangélicos....

sobre os 'des'mandamentos: sem comentários..

Um dia eu ainda acredito que descobrirão que a biblia foi apenas um grande romance.

  sharpay_sales

22 de novembro de 2009 02:43

Soneto de Outono

O teu olhar me diz, claro como o cristal:
"Bizarro amante, o que há
em mim que mais te excita?"
-Sê bela e cala! O meu coração que se irrita
Por tudo, exceto a antiga candura animal.

Não te quer revelar seu segredo infernal,
Embalo cuja mão a um longo sono incita,
Nem sua negra lenda a ferro e fogo escrita
Abomino a paixão e a alma me faz mal.

Amemo-nos em paz. O amor, numa guarida,
Tenebroso, emboscado, entesa o arco fatal.
Conheço-lhe os engenhos do velho arsenal:

Crime, horror e loucura! - Ó branca margarida!
Não serás tu , como eu, triste sol outonal,
Ó minha branca, Ó minha fria Margarida?
[Charles Baudelaire]